ArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

Asociación Mundial de Periodistas World Association of Journalists Association Mondiale des Journalistes

América • África • Asia • Europa • Oceanía

Asociación Mundial de Periodistas

América • África • Asia • Europa • Oceanía

Cambiar idioma »

ArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
Generic selectors
Solo coincidencias exactas
Buscar en el título
Buscar en contenido
Post Type Selectors

Família Bolsonaro faz ao menos um ataque à imprensa por dia

Carlos Bolsonaro é o campeão de ataques, seguido de Eduardo, Flávio e o presidente Jair Bolsonaro

No ranking, Carlos Bolsonaro é o campeão, seguido de Eduardo, Flávio e o presidente

O presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus filhos com cargos públicos, como o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e também Eduardo Bolsonaro (PL-SP), fizeram pelo menos um ataque a veículos da mídia por dia, de janeiro de 2021 até maio de 2022.

O levantamento feito pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) examinou 14.918 tweets e retweets feitos pela família a fim de desvendar padrões em suas ofensivas contra a liberdade de imprensa no Brasil.

Ataques, críticas e tentativas de descredibilização foram encontrados em 73% dos tweets em que os integrantes da família Bolsonaro mencionaram jornais, jornalistas ou a imprensa de modo geral.

Carlos Bolsonaro foi o integrante que mais atacou, somando 351 publicações, respostas e compartilhamentos hostis — 86,9% das vezes que comentou sobre a mídia e seus profissionais dentro do recorte temporal analisado.

Ataque de Carlos Bolsonaro à imprensa

Em seguida, está Eduardo, com 340 ataques (66,6% de seus tweets sobre imprensa) e Flávio, com 76 (62,8%). Já o chefe do executivo nacional adotou uma postura antagônica em relação à imprensa, meios de comunicação e comunicadores em 54,8% (34) de suas postagens e repostagens sobre o assunto.

Ataque do presidente Jair Bolsonaro à imprensa

Ataques em rede

Vale ressaltar ainda que os ataques à imprensa feitos pela família Bolsonaro estão conectados a contas que são frequentemente respondidas e retweetadas.

Essa rede é, sobretudo, formada por figuras conhecidas no cenário político nacional, ocupantes de cargos públicos e eletivos, e influenciadores com milhares de seguidores no Twitter.

São eles, por exemplo: o ex-secretário especial de Cultura do governo, Mario Frias (@mfriasoficial), o chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, General Heleno (@gen_heleno), o ex-secretário nacional de Incentivo e Fomento à Cultura, André Porciuncula (@andreporci), o comentarista político Rodrigo Constantino (@RConstantino) e o pastor Marco Feliciano (@marcofeliciano).

O “Beabá da Política”

A série Beabá da Política reuniu as principais dúvidas sobre eleições em 22 vídeos e reportagens que respondem essas perguntas de forma direta e fácil de entender. Uma demanda cada vez maior, principalmente entre o eleitorado brasileiro mais jovem. As reportagens estão disponíveis no site do Estado de Minas e no Portal Uai e os vídeos em nossos perfis no TikTok, Instagram, Kwai e YouTube.

Estado de Minas

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.